16 junho 2016

Frio, tanto te quis, que já não quero mais!


Não consigo me lembrar de frio tão frio quanto esse no Rio de Janeiro. A gente está acostumado a pegar frio quando viaja. Então a gente se prepara, leva luva, toca, casaco contra vento, meia-calça grossa para usar por baixo da calça, bota... Mas não, a gente não está acostumado a viver assim! Ficamos aqui rezando para o frio passar, sabendo que vamos reclamar quando o calor voltar. A gente nunca sabe o que quer, não é mesmo?

Mas a realidade é que eu, enquanto indivíduo, AMO frio. Amo mesmo! Adoro sentir a ponta do nariz geladinha, adoro ficar cheia de casacos, tomar chocolate quente, adoro a sensação do sol batendo no nosso rosto sem aquela sensação de que estamos derretendo. Mas mãe que é mãe sabe que o nosso eu indivíduo perde espaço quando as crianças chegam. Eu amo frio, mas fico com uma dó imensurável de tirar o Luquinha debaixo da coberta de manhã cedo. Eu amo frio, mas é cansativo levantar mil vezes antes de dormir para colocar e tirar o cobertor da Lulu (os médicos dizem que corre risco de sufocamento... aí eu tiro... aí penso que ela está congelando de frio mesmo com tanta roupa... aí eu coloco... aí eu lembro do sufocamento... aí eu tiro... aí eu já tô com tanto sono que nem sei mais o que estou fazendo.. durmo pedindo ajuda aos céus). Eu amo frio, mas filho está amando a natação e eu lembro que não deixava de ir no inverno #comofaz. Eu amo frio, mas Lulu não tem roupa para temperaturas abaixo de 15 graus Celsius.

Aí, o que a gente faz? Fica em casa trancada o dia inteiro esperando a nevasca invisível passar? Não... A gente sai de casa e percebe que lá fora não está tão frio quanto aqui dentro. Aha! Mas e aí faz como? Fica o dia inteiro vagando na rua?!

Vou te contar... Nunca pensei que fosse falar isso, mas, calor, você me perdoa e volta?!

Um comentário:

  1. Faz isso não, não chama que ele volta aí vc. vai reclamar. Vale mais comprar um casaquinho mais quente para a Lulu. Aquecedor para a hora do banho e pronto. Esse papo de sufocar com cobertor é, desculpa kkkk, frescura de pediatra moderno, todos vocês (filhos e sobrinhos) ficavam cobertos desde pequeninos e estão todos vivos e saudáveis. Ela nem se mexe direito ainda, fica tranquila vai correr tudo bem. Beijo e não reclama do frio hem kkkkk. beijo

    ResponderExcluir