30 maio 2016

Lucas, aos quatro



Desde que Luquinha nasceu, nosso discurso é sempre o mesmo: uma fase é melhor do que a outra. Talvez seja, talvez não. Talvez seja apenas porque nosso amor e admiração por ele continua crescendo tanto a cada dia, que nos cegamos nessa paixão e esquecemos as dificuldades de cada uma das fases, por assim dizer. Não sei e provavelmente, nunca saberei. Mas o sentimento é de emoção, orgulho e felicidade toda vez que falo sobre ele.

Alguns detalhes sobre o Luquinha que merecem destaque nesse momento:

- ama quebra-cabeça e os monta com uma rapidez incrível! Recentemente, compramos um de 100 peças, com medo de ficar muito difícil e ele perder o estímulo. Bobagem, montou rapidinho e já estamos pensando em comprar um com mais peças;

- é extremamente carinhoso, nos diz que nos ama sempre, mesmo sem termos falado nada, dá muitos beijinhos na Luiza durante o dia e tem um apelido só dele para ela: Luluti;

- finalmente aprendeu a falar as palavrinhas mágicas sem precisarmos lembrá-lo o tempo todo: pede naturalmente por favor, obrigado, de nada, dá licença etc.;

- ainda é bem tranquilo com relação às regras. Recentemente, definimos a regra de que não podemos sentar para as refeições com a TV ligada. Também definimos que vídeo-game, somente 20 minutos por dia. Essa semana, combinei com ele em um dia que eu não usaria o celular e ele não usaria nenhum dispositivo eletrônico. Ele adorou - e eu também. Jogamos jogos, brincamos, montamos quebra-cabeças e o dia foi muito melhor aproveitado.

- fazemos todas as refeições juntos, à mesa, exceto pelo lanche da tarde, que como é só ele que come, deixamos que ele coma onde estiver;

- é ótimo para comer! No almoço e jantar, come todos os legumes e verduras! Só não gosta de tomate e beterraba, mas até beterraba esses dias comeu, porque cortei pedaços pequenos e ele topou. Ainda temos problemas em relação às frutas, mas, ainda assim, tem opções saudáveis para o lanche, como banana, bolos caseiros com menos açúcar e óleo, suco de laranja e maracujá, da fruta, queijo Minas, entre outros;

- continua sendo um querido! ;) 

Em relação à sua adaptação com a chegada da Lulu, está tirando de letra. Em um mês dela (que merece um post), aprendeu a lidar com a divisão da atenção e é um irmão super carinhoso. Perco a conta da quantidade de beijos que ele dá nela por dia. E não é só para mostrar que a ama, para as outras pessoas. Ele faz isso mesmo quando não tem ninguém vendo. E pede para participar de todos os cuidados referentes a ela.

Luquinha é, sem dúvidas, uma criança especial e que está caminhando para ser um daqueles adultos que todos amam ter por perto!

Um comentário:

  1. Como pode nosso amor por eles crescer mais a cada dia?!
    É essa relação entre irmão é a coisa mais maravilhosa né?! O Ben Tb quer agarrar a Stella a todo instante e faz isso até quando não estamos vendo. Tb cuida e quer participar de tudo. Agora que ela já mexe em tudo, ele começa com aquelas reclamações de irmãos "Stella, não pode mexer nisso, só nisso aqui; a mãe, a Stella desmontando meu quebra cabeça" e em seguida ri como quem diz "ok, vai, vc pode fazer o que quiser" rsrs. E aí nosso amor multiplica ainda mais. Por isso digo que meu coração está gordo. Rsrsrs um beijo no Luquinha.

    ResponderExcluir