11 abril 2016

Um amor para chamar de seu


Na última semana comecei a me coçar para o nascimento da Luiza. Não tinha nada pronto: mala da maternidade, fotos da gravidez, roupas para seus primeiros meses. De certa forma, por termos ganhado tudo, acabei ficando com a sensação de que não tinha muito a se fazer. Tsc tsc. Não tinha nada pronto e eu só percebi com as perguntas das pessoas que começaram a surgir sobre esse assunto.

Então, fui colocando a mão na massa. Com ajuda da minha cunhada, mãe da Sossô, separei o que levar na mala da marternidade da Lulu. Por mais que eu tenha ganhado muita, muita roupa, comprei a maioria de 0 a 3 meses, porque as doações forem quase todas a partir daí. Ou seja, tinha muita roupa para lavar. Eu, que tinha falado que dessa vez não compraria sabão especial porque não achava necessário, me vi com saudade daquele cheirinho de roupa de bebê que o Luquinha tinha... e me rendi. Comprei, lavei e arrumei a mala da maternidade. Dela e minha, todas as roupas lavadas com o mesmo sabão.

E foi na semana passada também que minhas amigas do trabalho organizaram um chá de fraldas para mim. <3 Foi lindo! E foi também nesta semana, mais precisamente neste último sábado, que fizemos o chá de fraldas para a família. Foi igualmente lindo! Conseguimos reunir fraldas para 1 ano e 2 meses, quase o mesmo tempo do Luquinha (1 ano e 3 meses), fora as fraldas que já havíamos comprado eu e Igor... Lulu tem fraldas para mais de um ano e meio. Amém! rs

E foi nessa movimentação toda de arrumação "de última hora" das coisas da Lulu, que eu senti o Luquinha pela primeira vez sentir que a atenção estava sendo dividida.

Ele se chegava perto de mim, me abraçava, pedia colo para ficar comigo fazendo as coisas... Ontem, domingo, quando estava terminando de lavar as roupas dos primeiros meses e arrumando tudo na cômoda e no armário, ele ficava se pendurando em mim, brincando comigo, mesmo sabendo que eu estava ocupada. Tudo de forma muito sutil!

Na cama, enquanto descansávamos do dia agitado, eu, ele e o Igor, estávamos conversando sobre a chegada da Lulu e ele disse:

Mamãe, o mundo vai mudar quando a Luiza chegar. Vai ficar melhor!

Foi tão lindo! Vira e mexe ele fala algo assim, todo dia quando eu chego do trabalho ele vem dar um beijo na barriga e faz questão de dizer que está beijando a Luiza e não a mim. E ele diz que não vê a hora dela chegar porque ele quer que ela durma no quarto com ele. Ele anseia pela companhia dela, mesmo depois que eu disse que ela vai ocupar bastante o meu tempo com a amamentação e que quando crescer um pouquinho vai bagunçar as brincadeiras dele querendo estar pertinho do irmão, mas sem jeito ainda para brincar com ele.

O Luquinha tem um amor sem fim! E ontem ele disse também que vai amar a Luiza como ama a mamãe e o papai.

Falta pouco, Luquinha! Falta bem pouco. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário