13 maio 2015

"Brincar comigo"

Eu amo participar das atividades de família na escola do Luquinha. Raramente choro, costumo dizer que momentos felizes não me fazem chorar... E é verdade. Quando choro é porque me remete a algo triste... Sou assim. Mas não é porque não choro que não me emociono... Quer saber uma coisa que me emocionou no dia das mães na escola?! Este quadro escrito com as respostas das crianças sobre o que a mamãe gosta de fazer. Veja a resposta do Luquinha:


Minha rotina é super pesada. Só eu sei o quanto é cansativo, porque eu estou sempre na ativa... Quem vê de fora deve pensar que é tudo muito simples, mas não é, não. Não é ruim, porque eu sempre busco ter muito prazer em tudo o que faço, na verdade, o correto seria dizer que sempre busco fazer as coisas que me dão prazer. Seja no trabalho, seja na academia, seja em casa... É cansativo, sim, mas é muito bom. 

E brincar com o Luquinha é uma dessas coisas. A minha terapeuta disse que eu não preciso fazer isso só porque é o que as pessoas esperam que eu faça. Mas eu entendo que não faço isso porque as pessoas esperam que eu faça, eu faço porque eu sei que ele espera que eu faça. E porque é bom. Porque não tem preço perceber que faz parte da rotina dele que eu chegue do trabalho e a gente brinque. Porque não tem preço perceber que faz parte da rotina dele que eu leia três histórias toda noite. Porque não tem preço perceber que ele gosta de brincar, brincar e brincar muito todos os finais de semana que a gente passa juntos.

Se ele dissesse que eu gosto de trabalhar, eu entenderia, porque faço muito mais isso do que brinco com ele. Por isso mesmo, essa resposta teve um valor ainda mais especial. Saber que, por mais que eu trabalhe mais do que brinque com ele, o que fica em seu pensamento são os momentos que estamos juntos. 

É isso o que acontece quando a gente ama alguém. E ele me ama. ;)  

<3

12 maio 2015

Programão!!!


Quem não ama programa gratuito? Programa gratuito para crianças, então?! Ooh lah lah!

Melhor que isso, só quando o programa é teatro! :)

No dia 16 de maio, às 15h, a peça Pedro Malazarte e a Arara Gigante será exibida na Biblioteca Parque Estadual (Av. Presidente Vargas, 1261, Centro. Rio de Janeiro - RJ). 

Com 12 indicações a prêmios no Rio de Janeiro, a peça Pedro Malazarte e a Arara Gigante – espetáculo infantil escrito pelo gaúcho Jorge Furtado – conta mais uma história deste personagem folclórico e consagrado por suas brincadeiras malandras nos contos populares.  A partir da trama, o autor discute temas como a relatividade (“pouco é muito pra quem não tem nada”), a ética (“contar ou não uma mentira”) e a diferença de raciocínio entre as crianças do campo e da cidade. No elenco, George Sauma, João Pedro Zappa, Luisa Arraes, Cadí Oliveira e André Sigaud.

No mesmo dia, no mesmo local, mas às 17h, será exibido o filme Doce Mãe, também de Jorge Furtado. 

Estrelado por Fernanda Montenegro (Dona Picucha), o filme mostra a reviravolta na vida da personagem principal quando sua amiga e empregada Zaida (Mirna Spritzer), após 27 anos, decide se mudar. Com esta saída, os quatros filhos de Dona Picucha se questionam sobre o destino da mãe, dando partida para uma divertida e emocionante história. Por seu personagem,  Fernanda Montenegro ganhou o Emmy Internacional de Melhor Atriz em 2013.

As apresentações fazem parte do Programão Carioca, projeto da Globo que leva manifestações culturais para diversos lugares do Rio e do Grande Rio.

Depois de contemplar iniciativas locais de projetos de Guadalupe e Manguinhos, o Programão Carioca vai apresentar a intervenção teatral “Coragem, você vai precisar!”, do Nossa Senhora do Teatro. Criado em 2003 no Centro da cidade, o projeto oferece gratuitamente oficinas de teatro para aqueles que querem conhecer e estudar esta arte. A encenação no dia 16 será uma homenagem a atriz Fernanda Montenegro, que inspirou o projeto.

Também nesta data, haverá exibição dos curtas Lapa de rua e Postal da Lapa, produzidos por alunos do grupo Cinema Nosso – instituição sociocultural que busca democratizar o audiovisual entre adolescentes e jovens alunos de escolas públicas. O projeto, que existe há 12 anos em um casarão na Lapa, é considerado um dos mais populares em audiovisual da América Latina, realizando cursos, oficinas, produções, palestras, mostras, sessões de cinema e festivais.

Todas as atividades são gratuitas.

Mais informações:

Programão Carioca
Data: 16 de maio (sábado, excepcionalmente)
Local: Teatro Alcione Araújo da Biblioteca Parque Estadual - Av. Presidente Vargas, 1261 - Centro - Rio de Janeiro
Entrada gratuita. Retirada de senhas uma hora antes de cada atividade no Balcão Cidadão (Prédio Anexo).
g1.com.br/rj

PROGRAMAÇÃO:
15h – PEÇA “Pedro Malazarte e a Arara Gigante” (Classificação livre)
17h– FILME “Doce de mãe” (Classificação 12 anos)
Iniciativa local: “Coragem, você vai precisar!” do grupo Nossa Senhora do Teatro e curtas do grupo Cinema Nosso

11 maio 2015

Guia da Gestante #oquesaber #sermae #fenasaude #cuidandodagestante


Hoje venho aqui para dar uma dica para as amigas gestantes que terão seus bebês através da saúde suplementar (plano de saúde). A Fenasaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar) criou o Guia da Gestante Plano de Saúde — O que saber. São dicas diversas sobre os tipos de parto, a contratação de especialistas e os direitos das gestantes e do recém-nascido. O guia traz, ainda, informações uteis para as mães que irão adotar seus filhos.

Aliás, já há algum tempo a Fenasaúde vem se posicionando com o objetivo de melhorar o relacionamento com os usuários dos planos. Um dos primeiros passos que deu virtualmente com este objetivo foi a criação da fanpage Plano de Saúde — O que saber, no Facebook.

#oquesaber #sermae #fenasaude #cuidandodagestante            


10 maio 2015

Dia das Mães 2015


1. Todo dia é dia das mães;

2. Mãe é tudo igual, só muda o endereço;

3. Ser mãe é padecer no paraíso;

4. Só quem é mãe que entende;

5. Mãe sabe o que faz.