09 abril 2015

Seja corajoso, seja bom


Ontem fomos assistir Cinderela. Luquinha dormiu a metade do filme, e prestou atenção na outra metade, embora eu não tenha certeza se ele estava mesmo acordado ou se estava ainda dormindo de olho aberto. Eu, em contrapartida, prestei atenção em cada detalhe do filme. Estava curiosa, pois não lembrava direito da história, que era muito presente na minha primeira infância, mas que ficou esquecida por tantas décadas até chegarmos aqui.

Não sei se essa parte tem na história original, mas no filme, a mãe da Cinderela fala uma coisa muito importante, que ela deve levar consigo - e leva - para o resto de sua vida:

SEJA CORAJOSA, SEJA BOA

Já vi alguns vídeos de pais que, em seu leito de morte, deixam cartas e gravações para seus filhos, contando-lhes seus desejos para suas vidas, dando conselhos sobre como ser uma pessoa melhor e como sobreviver neste mundo - algumas vezes hostil - onde vivemos. Todas as declarações são lindas, são informações importantes deixadas. Mas é a primeira vez que vejo um conselho tão curto, mas tão eficaz.

Não precisamos estar no leito de morte para lembrar sobre como é importante ser corajoso e ser uma pessoa boa, sensível às expectativas, desejos e necessidades dos outros - e próprias. Ser bom é tão bom, que compensa cada coisa ruim acontecendo que vemos por aí. E, sem dúvida, é preciso ser corajoso para enfrentar os inimigos deste mundo, por vezes muito piores que uma madrasta má e duas irmãs invejosas e briguentas.

Eu poderia dizer que, acima de tudo, desejo que o Lucas seja feliz. Mas não é verdade. A felicidade vazia pode ser fruto de coisas boas ou ruins. Enquanto ser bom é uma decisão que, invariavelmente, leva à felicidade. Tem gente que acha que leva à fraqueza, eu acredito fielmente que a bondade só fortalece. E o mundo é mais generoso com você, e o que você recebe das pessoas como retorno não tem preço. E bondade com coragem é quase uma fórmula perfeita de ser um sucesso como ser-humano!

Que essa mensagem ecoe por nossas vidas!


Nenhum comentário:

Postar um comentário