16 setembro 2014

#JuliaNaCozinha


No último post eu resumi como foi a viagem para o México para visitar a dinda Camila, mas sem muitos detalhes. Bem, acontece que um deles tem que ser mencionado: o rastro culinário que me acompanhou desde que eu saí de sua casa.

O Igor me perguntou se ela sempre cozinhou tão bem (o jantar que ela fez foi realmente delicioso, impecável, foi a primeira coisa que eu senti realmente em dias, já que estava gripada e não estava sentindo nem cheiro nem gosto... estava muito bom mesmo!!! Aprovado por mim, Igor e Lucas). Eu realmente não lembro da Camila cozinhando quando morava no Rio de Janeiro. Não acho que foi a necessidade por estar morando fora, sozinha... Acho que foi realmente o gosto, a vontade de aprender a fazer receitas diferentes. A Camila sempre gostou de investir seu tempo e atenção em coisas que realmente lhe dá prazer. E tenho certeza que neste caso não seria diferente.

Talvez por isso, ou talvez porque o México realmente tem muitas opções deliciosas para oferecer, eu tenha saído de lá inspirada. A paixão da Camila pela gastronomia e culinária, junto com os pratos saborosíssimos que experimentamos por lá fizeram com que eu chegasse em casa realmente disposta a colocar a mão na massa e checar do que sou capaz.

Ontem chegamos em casa e eu já me aventurei fazendo um bolo pro Luquinha. Tudo bem, foi um bolo de massa pronta. kkkkk Mas estava apenas aquecendo. O melhor ainda estava por vir, e eu comprei ontem mesmo no supermercado: lombinho ao forno com batatas e alecrim, servido com farofa de ovo e arroz de jasmim.

Não ficou simplesmente bonito, como mostra a foto. Ficou - modéstia à parte - delicioso!!!

Eu tive ajuda, é claro. Liguei para minha mãe e ela me deu as dicas. Depois entrei na internet para confirmar algumas dúvidas que ficaram. Mas fiz tudo certinho, desde o início.

Vocês sabem, este não é um blog gastronômico, então, mesmo que eu tenha claro na minha mente o passo a passo de tudo o que fiz e poderia fazer novamente), não sei escrever receitas, e nem vou me aventurar. rs

Mas queria deixar registrada a minha primeira experiência com lombinho*.

* Mais uma vez com a modéstia à parte rsrsrsrs, essa é a minha primeira experiência com lombinho, mas não minha primeira experiência na cozinha... Às vezes eu me aventuro... Os pratos que eu mais gosto de fazer são filé ao molho madeira, com arroz de açafrão servido com purê de batata baroa e legumes ao vapor; frangho ao curry com castanha de caju e banana, servido com arroz de jasmim; strogonoff e macarrão ao molho branco com alho e presunto.

O Igor fica rindo da minha empolgação, porque sabe que pode ser momentânea. Mas sei lá... Desta vez eu sinto que é diferente. A viagem ao México, a visita à Camila e estes poucos dias parecem ter despertado uma Julia diferente. ;)

Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos.

Um comentário:

  1. Nossa! Que lindo! Eu passei a gostar de cozinhar desde que casei. Hoje em dia, adoro fazer bolos e um jantarzinho especial quando o cansaço não é tããão grande...rsrsrsrsrs a gente fica se achando quando dá certo, né?! Adorei!! Muitos beijos!

    ResponderExcluir