20 agosto 2014

5 motivos que me fazem amar a escola do Luquinha


1- O carinho das professoras e das ajudantes com o aluno.
É claro, como pais, esperamos que eles sejam sempre tratados com carinho e atenção. Principalmente quando são ainda tão pequenos e a única coisa que precisam é justamente disso. Mas, ainda assim, eu admiro a paciência que vejo todos os dias e em todas as ocasiões, não só da professora que tem todos os olhos voltados para ela, mas também das ajudantes. Ver seu filho sendo tratado tão bem não tem preço.

2- A transparência.
Nas duas vezes em que Luquinha se machucou na escola, na mesma hora eles nos telefonaram e explicaram minuciosamente o que aconteceu. Antes mesmo de chegarmos, prestaram os primeiros socorros, limpando o machucado, colocando gelo e dando colo. Pode parecer o óbvio, e é, mas eu valorizo esta transparência e tenho plena noção do quanto é difícil e de altíssima responsabilidade a arte de cuidar dos filhos dos outros. Por isso, a transparência, para mim, principalmente nestes momentos delicados, é primordial.

3- A atitude e a preocupação.
O portão onde o Luquinha prendeu o dedo foi trocado. A professora e as ajudantes ficaram muito atentas para que nada mais acontecesse com o Luquinha durante algumas semanas. Ele ficava o tempo todo sob supervisão, para garantir que não iria se acidentar novamente. Algumas semanas antes das férias de inverno, Luquinha começou a chorar na hora de ir para escola. Foi uma fase, que só passou agora, há uma semana. Durante todo este tempo, tive conversas com a professora, que estava empenhada em identificar possíveis causas. Ela agendou, inclusive, uma conversa com a coordenadora pedagógica para entendermos o que poderia estar acontecendo. A conversa foi esclarecedora e em questão de semanas tudo voltou ao normal. Todas as vezes que Luquinha fica dois dias sem ir à escola, elas ligam para saber se está tudo bem com ele.

4- A preocupação em tornar os alunos cidadãos do bem.
O convite que recebi para ir à sala de aula representando Chapeuzinho Vermelho, enquanto o Igor lia a história e a Alê, mãe da amiguinha Mariana, representava o lobo é uma das ações que eles fazem para aproximar os pais da rotina das crianças. Os pais, na verdade, têm liberdade para sugerir estes encontros, nos quais uma variedade de ações pode ser realizada. Seja referente ao teatro, à leitura, à gastronomia... Ao que for. Os pais são sempre bem vindos. Além disso, eles sempre estão envolvendo a escola inteira num mesmo projeto, como está sendo este da leitura no segundo semestre. A escola é realmente muito humanizada. E eu valorizo isso demais!

5- O Luquinha é feliz lá.
Preciso de motivo maior? Ele adora a escola! Ele adora os amiguinhos! Ele adora a professora e as ajudantes e sempre fala de todas! Ele realmente é feliz na escola e isso, neste momento, é motivo mais do que suficiente para eu adorá-la também! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário