12 abril 2014

só para não ficar em branco.

Ó céus, ó vida... Não sei se vou, não sei se fico... Cada vez mais escrevo este blog para mim mesma. Na verdade, quando criei o blog foi para mim mesma. Mas aí a gente vai conhecendo todos estes outros blogs, e vai aprendendo as coisas, e sentindo vontade de dividir com outras mães, saber opiniões, dar opiniões, que o objetivo real às vezes se perde.

A minha ideia sempre foi fazer do blog um diário, para que em determinado momento eu pudesse transformar em um livro pessoal e guardar, passando de mãe para filho, para neto etc.

E a única razão de eu ainda não ter cancelado o blog é justamente esta. Ainda há muito o que contar para o Luquinha, pois ele ainda não vai lembrar das coisas que estão acontecendo neste momento conosco. :)

Que seja assim.

Luquinha, algumas semanas são realmente mais atribuladas que as outras. Este ano será bastante assim, então não pense que eu não escrevi porque não estava lhe dando a devida atenção. Pelo contrário. ;) Justamente por estar lhe dando a devida atenção é que não tenho tido tempo de escreve. É uma questão de organização. Assim que eu encontrar a melhor forma - se é que ela existe - de atualizar o blog, ele volta à ativa.

Com amor, muito amor, sempre muito muito amor, 
sua mãe.

2 comentários:

  1. OiJulia, eu escrevo o blog justamente para ser um diário, uma lembrança de mãe pras filhas. Isso é que me estimula. às vezes quando não consigo escrever tudo o que eu quero, acabo ficando arrependida, Mas não dá para forçar a barra né? Temos que priorizar as coisas e essa correria do dia a dia, muitas vezes nos deixa sem tempo e disposição para manter o blog.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Li a palavra "ABANDONAR" nesse post???
    Assim como a Chris, escrevo para ser diário. O meu está abandonado ultimamente. E tenho pensando até em voltar a velha maneira: papel e caneta. Isso porque como disse no comentário anterior, encontreu muitas da minha mãe e estão lá do lado da minha cama, em cima da cabeceira, posso tocar, ler quando quiser sem a obrigação de estar em frente um computador. Mas tb hoje em dia é tão mais difícil parar para escrever com caneta e papel, vivemos mais tempo em frente um computador. O meu está abandonado, mas quando visito os blogs que gosto, como o seu, me bate vontade de escrever, escrever, até porque tem tanta coisa sobre o Ben nas últimas semanas, que não queria deixar de registrar. Mas não vou abandonar de vez e espero que vc não faça isso! beijo

    ResponderExcluir