19 fevereiro 2014

Volta às aulas


Voltamos às aulas essa semana, na segunda-feira. Com professora nova, amiguinhos novos, horário novo, mesma escola. Desta vez, quem está fazendo a adaptação sou eu (feliz por poder estar passando por este momento com ele). Apesar de estar adorando pode cumprir minha obrigação de mãe desta vez, achei que a adaptação é muito longa. Duas semanas, sendo que ele fica somente duas horas por dia na escolinha durante este período. A professora indicou que, dependendo de como as crianças ficarão nos próximos dias, isso pode mudar. Vamos ver. ;)

Tudo está acontecendo exatamente como eu previa. Quando eu estou no local com ele, fica num grude só. Brinco que existe uma linha imaginária que nos liga. Sò nós dois vemos. rs Mas hoje, para minha felicidade de vê-lo independente de mim (não me interpretem mal, eu adoro o carinho dele comigo, mas acho importante demais ele saber se divertir, brincar, se comunicar, sem eu estar por perto), ficou alguns momentos sozinho na sala de brinquedos e na hora do lanche, e ficou tranquilo.

Fico feliz, de verdade, quando vejo que ele está se soltando. Já sinto que ele está mais feliz e entendo totalmente esta adaptação prolongada. Posso perceber como ele está se soltando mais na escola aos poucos e criando confiança na equipe que ficará responsável por ele e por seus amiguinhos este ano.

Outra parte bacana de estar fazendo parte deste momento é poder conhecer melhor os pais dos amiguinhos da turma. Como trabalho fora, e no ano passado nem levava, nem buscava o pequeno, não conhecia quase ninguém direito. Fui até a umas festinhas, mas ficava sempre "tentando" me enturmar. rs Agora, começando do começo (do ano - porque em 2013, começamos em maio) e fazendo a adaptação todos os dias, acabamos conversando (os pais) e posso conhecê-los melhor.

Estamos felizes - eu, o pai e ele. Tenho certeza que será um ótimo ano!

Um comentário:

  1. Eu achei bacana a fase de adaptação pelos mesmos motivos: conheci os pais dos amiguinhos. Adorei ver que tem muita gente legal e pensa parecido, tem os mesmos cuidados e preocupações. Foi um grande alivio!! ;))

    ResponderExcluir