24 maio 2013

Fui atacada por mães enfurecidas e precisei recuar...

As pessoas que acompanham meu blog sabem que eu não sou militante, que eu não gosto de ficar debatendo assuntos como amamentação e parto, e que eu tenho uma opinião diferente da maioria das mães da blogosfera materna. Acima do fato de eu ter uma opinião diferente da maior parte das mães está a questão de que eu realmente não me interesso por esses assuntos. Para mim, a importância da maternidade se resume em outras coisas, como presença, amor, carinho, atenção, cuidado etc. E, na minha visão há muitas outras maneiras de oferecer tudo isso ao bebê, além da amamentação e do parto normal.

Além disso tudo, como eu já disse outras vezes, me perdoem leitoras frequentes, mas o blog não é para vocês, nem para "elas". O blog é para mim! Para que eu possa registrar o que acho importante e para que eu possa dividir o que "acho conveniente", como "um dia" me disseram.

Dia desses eu fui atacada por leitoras fãs de um desses blogs famosos de militância por ter escrito um post falando mal dessa blogueira. Em resumo, falei que ela fazia com que mães que dão NAN aos seus filhos por opção e mães que fizeram cesárea por opção - ou não - são ofendidas constantemente em seu e em muitos outros blogs.

E ainda acho isso.

Mas tirei o post do ar, por dois motivos: o primeiro é porque li e reli o texto várias vezes e uma das coisas que elas me acusaram é de estar ofendendo a tal blogueira, da mesma forma que eu achei que ela ofende as pessoas. E depois de pensar no assunto profundamente, vi que elas tinham razão. Eu realmente escrevi um post ofensivo. E peço perdão por isso.

O segundo motivo: nunca havia passado por isso na minha vida. As mães - ou simpatizantes do movimento - simplesmente vieram em cima de mim como abelhas enfurecidas! Nunca vi nada igual. Fiquei me sentindo muito mal, triste mesmo, o que só aumentou a intolerância que eu tenho com elas. É uma agressividade sem fim.

Mas não vou cometer o mesmo erro que da outra vez, portanto não quero ofender ninguém. Tirei a postagem e me reservei o direito de tirar os comentários ofensivos delas. Por fim, acabei tendo que fazer uma moderação de comentário no blog. Porque, sim, como uma delas disse, eu quero aqui somente o que me é conveniente. E não vejo mal nisso, afinal de contas é o meu blog.

Só gostaria de deixar registrado que a minha visão sobre este ambiente da blogosfera materna é a pior possível. As pessoas se acham donas de uma razão que nem existe, em primeiro lugar. "... não existe razão para as coisas feitas pelo coração".

O que não significa que eu o abandonarei. Continuarei aqui, registrando as minhas impressões sobre o crescimento do meu filho e comentando os assuntos que me interessam. No mundo virtual ou real, todos somos julgados pelas outras pessoas. Isso é, infelizmente, imutável. Poderia ter antecipado que algo assim pudesse acontecer, e talvez até tenha imaginado. Mas nunca imaginei que seria dessa forma.



04 maio 2013

Programas para fazer no Rio de Janeiro com bebê de 1 ano e 4 meses #1 -> Lagoa Rodrigo de Freitas

Antes de mais nada, preciso dizer uma coisa: não sei quem gosta mais desses programas, eu ou Luquinha! Lagoa Rodrigo de Freitas nos finais de semana (na altura do Parque dos Patins)! Tem coisa mais gostosa para fazer com a criança?!!!! Sim, algumas, mas a Lagoa realmente é top no meu Top 5 Rio de Janeiro! 

Com ou sem dinheiro no bolso, é um programa que vale sempre a pena!!! Sem dinheiro no bolso, basta pegar uma sacola daquelas de feira, colocar ali algumas frutas, sucos, guaraná natural, água, biscoitos, pãezinhos, guardanapos e uma canga! Fazer um piquinique enquanto as crianças intercalam as comidinhas com os tantos brinquedos que tem por ali! Pode ser bem cedo, de manhã, quando o sol ainda não está muito forte, ou à tarde, depois das 15h, quando o momento mais quente do dia já passou! Leva uma bola de futebol, uma peteca, uma pipa. Vale tudo, o espaço é lindo, a grama ajuda e os brinquedos que eles têm por ali também!

Se o bolso tiver um dinheirinho sobrando, as opções aumentam - o que não significa que será mais ou menos divertido, você simplesmente terá mais opção! Cama-elástica: tem várias e o preço é o mesmo, R$5.00 por sete minutos. Aquela ali mais próxima ao Parque dos Patins ainda dá um estalinho de brinde quando os sete minutos acabam. 

Tem bicicleta com cadeirinha para bebê! Eles só não possuem o capacete. O aluguel custa R$15.00 por uma hora. Vale muito a pena, mas se prepare para estender o prazo se quiser dar uma volta na Lagoa. Você pode acabar parando para tomar uma água de coco, com criança essas paradas podem ser mais demoradas - e até valem a pena porque o que não falta é brinquedo para criança em volta da Lagoa. 

Existe ainda um espaço fechado, cheio de brinquedos desses para bebês. Esses que a gente vê em casa de festas: piscina de bolinha, balancinho e escorrega pequeno, aquela mini cama elástica, aqueles cavalinhos de silicone para montar, mais um monte de treco. O preço é R$10.00 por quinze minutos. 

E se não gostar da ideia de levar a comida de casa, o local tem pipoca, milho, picolé, água de coco, barraquinha com besteiras de todo o tipo e alguns restaurantes no local (que não são baratos e não aceitam VR, vou logo avisando :)).

Fora toooodas essas coisas, Luquinha, como muitos bebês de 1 ano e 4 meses, ainda passa muito tempo se divertindo com as chegadas e partidas dos helicópteros, além de adorar ver a Lagoa! Só não tive disposição coragem ainda para pegar o pedalinho, então essas informações eu realmente não tenho como passar.

Ah, o estacionamento é rotativo e o valor é pela diária: R$2.00.

Luquinha chegou a cochilar enquanto dávamos a volta na Lagoa de bike... Foi complicado, mas conseguimos continuar o trajeto. Dica: paramos para tomar água de coco e ele acordou! Fez o resto do trajeto acordado. rs

Eu disse... Ele ama os helicópteros! Não parava de apontar! E eles passam bem pertinho da gente!!

Até eu me rendi à cama elástica...

Na parte dos brinquedinhos de bebês que ficam num cercadinho fechado!

Maridón nos dando o ar da graça! <3


Global Mom Relay: retransmitindo

Como vocês podem ver nesta lista do lado direito do meu blog, eu sigo muitos blogs maternos, tanto brasileiros, quanto estrangeiros. Hoje, o Mom Filter escreveu o post "Global Mom Relay", a respeito de um projeto das Nações Unidas para ajudar mães e filhos a terem uma vida saudável. Cada vez que este post for compartilhado através do Facebook, Twitter ou via e-mail, a Johnson & Johnson e a Bill & Melinda Gates Foundation doarão U$5.00 a estas famílias. 

 
É com um pouco de vergonha que falo isso... Mas fico feliz de poder ajudar de alguma forma! A intenção é sempre muito maior do que a ação. =/. 

Então, se você, como eu, se importa de alguma forma, vale a pena dividir o post e compartilhar nas redes!