29 abril 2013

♪ Saiba ♪

Já ouviu a música "Saiba", da Adriana Calcanhoto? Antes de começar este post, acho que vale a pena ler a letra e escutar a música.

 

Saiba - Adriana Partimpim

Saiba: todo mundo foi neném Einstein, Freud e Platão também
Hitler, Bush e Saddam Hussein
Quem tem grana e quem não tem
Saiba: todo mundo teve infância
Maomé já foi criança
Arquimedes, Buda, Galileu
e também você e eu

Saiba: todo mundo teve medo
Mesmo que seja segredo
Nietzsche e Simone de Beauvoir
Fernandinho Beira-Mar

Saiba: todo mundo vai morrer
Presidente, general ou rei
Anglo-saxão ou muçulmano
Todo e qualquer ser humano

Saiba: todo mundo teve pai
Quem já foi e quem ainda vai
Lao-Tsé, Moisés, Ramsés, Pelé
Gandhi, Mike Tyson, Salomé
Saiba: todo mundo teve mãe
Índios, africanos e alemães
Nero, Che Guevara, Pinochet
e também eu e você

Essa música é perfeita para expressar o que eu sinto quando vejo um delinquente na rua, um assaltante, um agressor... Todo dia, quando vejo no noticiário, olho aquelas "almas perdidas" e penso que todos eles, sem tirar nem por, todos, exatamente todos já foram crianças um dia. O que faltou? O que receberam demais? O que receberam de menos? É muita ilusão pensar que a única que essas pessoas têm em comum é que nenhuma delas recebeu amor?! É tudo o que eu consigo pensar. Não consigo imaginar um bebê, uma criança recebendo carinho, cuidado, atenção, amor e se transformando em alguém assim, tão mau quanto essas pessoas que ilustram a minha TV diariamente. Se for ilusão, eu espero que ela nunca acabe. Enquanto eu rezo para que meu filho tenha uma vida serena, feliz e satisfatória, eu o encho de carinho, pensando que isso vai resolver todo e qualquer problema! Com toda a minha humildade de quem ainda está aprendendo, tento ensinar a ele limites para que ele possa conhecer um pouco deste mundo complicado aí de fora.

 "É só o amor! É só amor que conhece o que é verdade. O amor é bom, não quer o mal. Não sente inveja, ou se envaidece."

2 comentários:

  1. Que lindo!!! Eu acredito que a falta de amor, atenção e carinho seja quase que totalmente o porquê da violência que se vê por aí. Claro que existem os casos de doença (psicopatia) que infelizmente fogem à regra...eu também espero que toda a dedicação, amor e carinho sejam mais que sufucientes para o meu filho ser um homem de bem.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com vc., acho que o que faltou foi amor, atenção, carinho, mas meu amor, não tenha a ilusão de achar que foi só isso não... existe, infelizmente, gente má.... má de verdade e desde pequena, gente que não pode ver o outro feliz, que quer acabar, e vou te dizer, tinha uma pessoa dessas na família, quando estivermos juntas te conto quem é, mas acho que vc. desconfia. Infelizmente existe gente muito má, muito mesmo. Hoje mesmo abrindo os sites de notícias me deparei com a notícia da menina que morreu na India, espero que vc. nem tenha lido, vou te falar, estragou meu dia, não consegui administrar TAMANHA crueldade... Acho que gente como nós, seres normais, criados com amor e educação não conseguimos dimensionar alguém cruel, mas eu, nos meus 56 anos de vida, já ví alguns passarem por minha vida, e acredite, eles existem independente de onde vieram. bjo.

    ResponderExcluir