05 maio 2012

As mudanças

Bem, hoje não vou falar sobre como o Luquinha está esperto, como está prestando atenção em cada barulhinho feito ao seu redor, em como está virando com mais eficiência, em como está acordando sem chorar e dormindo a noite toda, sobre como detesta frutinhas e come as papinhas salgadas com vontade, sobre como ainda está chatinho para mamar ou sobre como é o menino mais simpático que eu conheço.

Hoje vou falar sobre mudanças. Minhas mudanças. Não, não é sobre como engordei ou emagreci, sobre meu cabelo que não para de cair ou sobre minha TPM que parece ter chegado, sem nenhum sinal da outra dita cuja... Mas sobre a maternidade em seu significado mais profundo. É, pode ser cedo para falar disso ainda. Há muito o que viver, muito o que pensar e muito o que sentir a respeito desse papel novo que venho desempenhando aos trancos e barrancos há quatro meses.

Mas já posso falar algumas coisas... Como, por exemplo, o fato de que de repente, de um dia para o outro- mais especificamente do dia 17 para 18 de dezembro -, eu passei a ser mãe em primeiro lugar e tenho certeza de que será assim para sempre. Eu acordo pensando que está na hora do Lucas mamar e vou dormir desejando que ele tenha uma boa noite. Quando penso no trabalho, penso em como ele ficará sem mim durante o dia. Quando penso nas próximas viagens que quero fazer, penso nele no carrinho comigo, passeando pelas ruas que serão descobertas por nós. Quando penso no amanhã, penso na educação que quero que ele tenha e até quando penso no passado, penso sobre o que seria da minha vida sem ele.

Tão pouco tempo e tanta novidade! Para ele, tudo é novidade. Para mim também. Ele está conhecendo o mundo! E eu estou conhecendo o mundo dele. Por enquanto, a gente só se diverte. Mesmo nos momentos mais tensos - quando nãpo há botão off que faça o choro parar -, ainda consigo aproveitar alguma coisa. Seja pelo simples fato de saber que se ele está chorando, é porque ele está aqui.

É linda a maternidade.

É, sim, muito, muito cansativa e requer uma paciência que a gente nem sabe que tem.

Mas ela é linda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário