02 janeiro 2012

Feliz ano novo ... e outras coisitas

Fiquei pensando no que escrever sobre o ano novo aqui no blog. Queria tentar expressar o quanto 2011 foi bom para mim e para o Igor, algo que, provavelmente, todo mundo que acompanha o blog entende.

Mas é mais do que isso. É claro que o nascimento do Lucas foi a coisa mais importante que já aconteceu nas nossas vidas! Mas seria muito simples falar isso a vocês. Eu queria que entendessem como aconteceu todo o processo e como aconteceram todas as coisas boas na minha vida até hoje. O quanto a fé e a real vontade têm a ver com tudo isso.

Apesar de não ter uma religião, acredito muito em Deus. E lembro, como se fosse hoje, do dia em que eu percebi que não deveria gastar pedidos com Ele. Eu era adolescente e estava sozinha em casa, chorando, sofrendo por algum namorado. E ficava pedindo a Deus que ele me ajudasse, que ele organizasse as coisas novamente, que fizesse tudo voltar a ser como antes, quando me dei conta que nem eu sabia se era aquilo mesmo que queria. Parei na mesma hora e pensei: como posso pedir algo que não sei se quero de verdade ou se é puro capricho...

Decidi mudar a forma de lidar com esse tipo de coisa. A partir daquele momento, faria antes uma reflexão profunda e muito pessoal sobre as coisas que eu realmente queria. Não pedi ajuda para passar no vestibular, porque estava confusa demais na época para saber o que eu queria. Não pedi ajuda mais com garotos, a não ser de forma genérica. Nunca sobre um garoto específico. Só queria que as coisas dessem certo e que eu fosse feliz. Enfim, minha seleção passou a ser séria, porque o assunto requeria essa seriedade.

Durante todos esses anos, pedi a Deus diversas coisas, mas sempre depois da reflexão. E, seja por causa Dele ou por causa da fé com que pedia, consegui alcançar meus principais pedidos. Tem gente que tem outras explicações para isso. Eu acredito na fé que tive, acima de tudo.

Engravidar do Lucas tem tudo a ver com esta fé. Eu quis e acreditei e sabia que queria do fundo do meu coração. Eu pedi antes, durante e depois. E em algumas semanas, o resultado positivo me fez crer ainda mais em todas as minhas crenças, em todas as minhas ideias sobre Deus e sobre fé e sobre querer e correr atrás. Sobre a real vontade.

Agora eu sei que é capaz dos meus pedidos aumentarem. Em geral, eles têm se resumido à saúde e felicidade do Lucas. E acredito que será assim por muito tempo.

Além de todas essas coisas específicas que eu falei acima, eu acredito muito que a crença em Deus e a fé guiam as pessoas por caminhos melhores. É como acreditar que tudo o que fazemos influencia no curso da vida de muitas, mas muitas pessoas mesmo. Não faremos o mal sabendo disso. Seremos menos egoístas e, certamente, pessoas melhores.

Então, o que eu desejo a todos para 2012 e por toda sua vida é fé. Amor, saúde, paz e felicidade vêm junto. Eu não tenho dúvida. São meus votos às pessoas que amo e mesmo às pessoas que não conheço. São meus votos ao mundo inteiro. Quem sabe assim teríamos um mundo melhor!


****

Festa de ano novo

Passamos o reveillon na casa da minha sogra, com os dindos do Lucas, os avós paternos, os tivós e a titia Nandinha, que estava super mega empolgada com o Luquinha. Na verdade, todos estavam. Luquinha ficou agitado até 0h15 +/-. Normalmente ele "vai dormir" às 20h, mas por toda a agitação, o local novo, as pessoas novas, os fogos - que começam muito antes de meia-noite -, e por alguns gases, ele acabou dormindo só neste horário. Mas depois que dormiu, dormiu bem.

No dia primeiro, recebeu também a visita da vovó Helena, que foi paparicar um pouquinho o netinho, que só dormia (estava compensando o sono atrasado do dia anterior rs). No final do dia, quando chegamos em casa, Luquinha mamou, tomou banho e dormiu.

Aliás, grande passo nesta noite - mais difícil para a mamãe do que para o Luquinha rs: ele passou a dormir sozinho em seu quartinho. Dormiu feito um anjo! Já se adaptou. É claro que eu morri de saudade dele no meu ladinho à noite - ele estava dormindo no carrinho ao lado da nossa cama. Mas antes que digam que eu vou malcriar meu filho e blá blá blá, a ideia de fazê-lo dormir no quarto foi minha. O Igor concordou que era uma boa ideia e fizemos assim. A babá eletrônica funciona perfeitamente, ouvimos até mais alto seu chorinho.


****

Abençoada seja a bomba de leite

Coisas que a gente só entende vivendo. Quando comprei a bomba de leite, não tinha a menor ideia em que situação eu precisaria dela. Aì o Lucas nasceu. Na consulta perguntei ao pediatra sobre quando precisaria retirar leite. Ele disse que em situações na qual eu precisasse me ausentar. Para mim, ainda parecia muito vago, mas deixei estar.

Ontem meu peito ficou duro como uma pedra e muito dolorido. Não tive dúvidas. Quando chegamos em casa, a primeira coisa que eu fiz foi recorrer à bomba de leite. Tinha tempo que não me sentia tão aliviada. Foi instantâneo. Tirei 120ml de leite, de um peito só. E ele ficou molinho novamente e nada dolorido. Aliás, algumas pessoas me falaram que doía usar a bomba. Eu não senti dor. Dor eu estava sentindo antes. Durante e depois, tudo o que senti foi mesmo alívio.

Armazenei o leite, por via das dúvidas. O médico disse que o leite pode ficar armazenado por 23 dias no congelador e 24 horas na geladeira. Depois, basta tirar e colocar em banho maria.

4 comentários:

  1. Vários comentários. Primeiro sobre a Fé, ela realmente é que nos faz andar e acreditar que estamos "acompanhados e protegidos".Eu como vc. pouco peço, aliás não peço, só agradeço o que ELE manda. Demorei para engravidar, acho que é porque não pedi kkkkk, mas quando consegui foi perfeito né. Parabéns por já deixar Lucas no quartinho dele, eu só consegui fazer isso com quase 2 meses, isso prova o quanto tranquilos vcs. estão. A bomba de leite é uma ALIVIO realmente, às vezes não mamam o que necessário para esvaziar o peito e aí... haja dor. Seu peito não rachou? Lembre-se só que o vidro onde vc. armazenará o leite tem que ser fervido por 20 min para esterelizar legal. Bjo amor

    ResponderExcluir
  2. Muito bem, minha Mamãezinha predileta! Como sua Mãe, eu só posso me orgulhar de você e dizer que você está no caminho certo em tudo o que discorreu. Já penso no Luquinha querendo "catar coisas à sua volta para colocar na boca" rsrsrsrs Estou um pouco adiantada no crescimento do meu Netinho. rsrsrsrs Beijos no seu coração.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, mamãe! Pode ter certeza de que eu estou me baseando muito em tudo o que você me ensinou nestes 26 anos para educar o Lucas da melhor forma possível! Parece estar dando certo. Parabéns para você também!! rs ;) Quanto à ansiedade, eu entendo você. Já cheguei à faculdade com ele... Pegar as coisinhas e colocar na boca é "amanhã" comparado a isso. rsrsrsrs

    Dinda, obrigada pelos parabéns! Estamos tentando fazer as coisas certas na hora certa. Senti uma dorzinha de fazer isso agora, imagina como seria se eu deixasse para depois. rs ;) Sofreríamos todos, porque o Lucas nem percebeu a mudança rs. Quanto à bomba, nossaaaa, alívio imediato. Meu peito não rachou, estou usando uma pomada que a médica disse para eu usar todo dia. Ela previne as rachaduras e as cura quando elas aparecem. Tem dado certo. ;)

    Beijos, queridonas!!! Amo vcs!

    ResponderExcluir