22 novembro 2011

Mãe de menino

Eu não sei como seria se estivesse grávida de uma menina. Às vezes, mesmo quando não passo pelas coisas, consigo imaginar como reagiria. Mas, neste caso, eu realmente não tenho ideia. Talvez eu fosse mais preocupada com a decoração do quarto, com as roupinhas, acessórios... Não que eu não esteja sendo porque estou grávida de um menino. Fiz questão de decorar o quarto, mesmo que estejamos pretendendo nos mudar em breve. Escolhi as roupinhas mais fofas quando viajamos para fazer o enxoval...

Mas é diferente. Eu não sei dizer como, mas sei que é diferente.

Quando eu soube que estava esperando um menino, muitas pessoas falaram: Julia, você tem CARA de mãe de menino. Eu não sei o que isso quer dizer exatamente. rs Nem se é um elogio ou não. rs Mas eu acho que faz um pouco de sentido.

Eu sou meio desligada de algumas coisas femininas demais. Fiquei até a metade da gravidez sem passar nenhum creme na barriga, enquanto todas as minhas amigas e tias e mãe falavam para eu passar o creme para evitar as estrias. Mas porque eu tinha entrevistado médicos que tinham dito que o creme não faz diferença se a pessoa tem pré-disposição genética, achei que não tinha mesmo necessidade. Só depois que as pessoas começaram a falar MUITO, achei que não custava nada passar... e comecei a passar óleo de amêndoas da Natura.

Desde o início também a médica sugeriu que eu passasse o creme para fortalecer o bico do peito, para não machucá-lo na amamentação. Eu passei algumas vezes... mas há algum tempo não passo. Assim como não passo o óleo de amêndoas todos os dias.

Agora, neste finalzinho, até do protetor solar eu tenho esquecido. Antes estava tentando lembrar de passar todos os dias e estava conseguindo, mas agora, quando vejo já passei toda a maquiagem.

Depois do Lucas, é CLAROO que eu quero uma menininha para eu ter um casal. Mas, enquanto isso, vou aproveitando bastante o filho menino que vai ser recebido com muita molecagem da mãe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário