22 setembro 2011

Será que é agora que as coisas começam a mudar?


Ontem me deliciei quando cheguei em casa, passando algumas horas em uma função supreendentemente - com tudo o que essa palavra pode envolver - agradável: lavando roupa. Mas não eram roupas comuns, eram as roupas do Lucas! ;) A primeira vez a gente nunca esquecer. Eu não duvido que em um futuro próximo eu não me encante tanto com essa tarefa. Mas também não me surpreenderia se eu nunca cansasse dela. A verdade é que eu acredito que as coisas possam mudar quando a ação é voluntária. Eu admito, sou uma péssima dona de casa. Cozinhar nunca foi meu forte, só comecei a ser mais organizada com minhas coisas há alguns meses, lavar roupa, duas vezes por mês, no máximo, e recolhê-las da corda... eu só costumava lembrar depois que a faxineira vinha (de 15 em 15 dias) e ela mesma recolhia a que tinha estendido.

Acho que não preciso falar muito mais, né? Mas foi tão gostoso fazer o que eu fiz ontem, que eu não vejo a hora de chegar em casa hoje para fazer também. Já até pensei numa ordem: agora que eu já lavei as da Cartes coloridas, os lençois de berço e os cueiros, vou partir para as branquinhas, para as roupas usadas que ganhei e depois para as coloridas de outras marcas.

Ai, que emoção! Espero que seja assim sempre. rs E que o mesmo aconteça na hora de deixar o quartinho dele arrumadinho e limpinho, de fazer as comidinhas dele, de dar banho etc. :)



Nenhum comentário:

Postar um comentário