01 setembro 2011

Cansaço

Fico me perguntando se o bebê sente as coisas que eu sinto... Li há algum tempo uma matéria no Estado de S. Paulo que falava sobre como o estress da mãe interfere no bebê durante a gestação. Mas eram casos extremos, de alto nível de estress, mulheres que passaram por situações que eu espero nunca passar na vida. Não esse estress cotidiano, do trânsito, trabalho, transporte lotado, essas coisas.

Mas fiquei pensando nisso porque eu não lido bem com estress. Na verdade, não é que eu não lido bem, é que eu não lido at all. Eu ignoro ele. Ele não é consciente. Se você me perguntar agora, por exemplo, se está tudo bem, eu vou dizer que está tudo ótimo. Mas meu corpo dá sinais de que algo está fora do lugar. Minhas pálpebras superiores, já há alguns dias, estão querendo me dizer alguma coisa. Elas tremem sem parar, irritantemente. Li que isso é estress.... se não tivesse lido, nem desconfiaria.

Tenho dormido mais que o comum nos dias de semana e nos finais de semana tenho acordado na hora que acordo normalmente para me arrumar para o trabalho. Não tenho separado tempo para escutar música, ficar olhando para o teto ou qualquer coisa parecida. Acho que poderia ser bom fazer isso, até porque não terei esse tempo livre depois que o Luquinhas nascer.

A verdade é que eu estou bem, de verdade. Estou feliz, feliz com a gravidez, com o Lucas, com o Igor e com o trabalho. Estou feliz porque estou conseuguindo ir à natação todos os dias e porque tudo está indo bem na gestação. Mas estou cansada. E não gosto de admitir isso. Porque eu sou forte. rs

Mas estou cansada. Não fisicamente, mentalmente. Minha cabeça precisa respirar, precisa descansar, ficar um pouco vazia. Ela não pára! Tanto por causa do trabalho, quanto por causa do futuro. Já fazia isso antes, de ficar pensando em como serão as coisas, criando diálogos na minha cabeça, cenas, situações... Agora, então! Não paro. Preciso descansar, meditar, sei lá. rs

Se alguém tiver alguma dica... Dicas sempre são bem vindas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário