02 maio 2011

O operacional do teste de farmácia e do exame de sangue

É tanta coisa para falar, que eu nem sei por onde começar. Principalmente porque os três últimos dias, quando olho para trás, parecem ser uma eternidade! Na verdade, a jornada começa antes disso! Na quinta-feira, depois de três dias de menstruação atrasada, comecei a pensar sobre a possibilidade de estar grávida. Desde então, minha vida mudou. Na sexta não consegui nem correr, como estava fazendo todos os dias desde que voltei do carnaval. Estava muito cansada, fui direto para casa e fiquei com insônia, apesar de todo o sono no ônibus. Não conseguia parar de pensar na possibilidade: pensei em nós dois contando a notícia para os pais dele, para a minha mãe, para o meu pai, para o meu irmão, para os amigos; pensei em como seria no trabalho; na creche ou na babá; pensei se seria menino ou menina e nas compras que nós faríamos no exterior... Uma vida inteira passou pela minha cabeça! E por isso mesmo eu não queria fazer o teste! Não queria estar sozinha caso desse negativo. Ficaria muito triste! Queria que o Igor estivesse aqui comigo na hora! Tanto pela alegria do positivo, quanto pela tristeza do negativo!

E minha ansiedade só terminou quando ele chegou, no domingo de manhã. Sábado liguei para a Fê e dei sorte: ela estava indo para o shopping bater perna. Precisava sair de casa! Para qualquer coisa, mas não podia ficar com a mente livre! É claro que eu queria muito dividir minha angústia com ela! Mas como? Se desse negativo, seria mais uma pessoa que ficaria desanimada! Não... eu queria esperar e só contar para qualquer outra pessoa quando tivéssemos certeza! Mais tarde fui ao encontro da Aline e do Luismar, meus cunhados, que estavam com o irmão da Aline, a cunhada e o sobrinho! Fomos comer algo. E não é que começa o assunto gravidez? Mais uma vez, uma angústia danada, ansiedade a mil, mas eu não podia falar! Ainda não.

No domingo de manhã o Igor chegou, fui buscá-lo perto do aeroporto, mas por causa de falhas na comunicação, começamos a discutir quando ele entrou no carro, por besteira! Mas meus nervos estavam a mil, eu estava ansiosa e - sem saber - já com os hormônios borbulhando! Entramos na farmácia com cara emburrada, nem parecia que estávamos a alguns minutos da melhor notícia de nossas vidas!

Estávamos indo para casa da minha sogra, para almoçar com os pais do Igor, com o Luismar e a Aline. Chegamos lá ainda cedo e logo quebramos o clima da briga quando eu comecei a contar para a tia Lucimar que o Igor estava irritado por besteira. Sem falar para ninguém - só para o Igor - fui para o banheiro fazer o teste da farmácia.

No primeiro minuto as duas listras já apareceram... não é maravilhoso? Eu dei um grito: Igor!!!! Vem cá!!! Ele entrou no banheiro e eu mostrei para ele. Estava tremendo! Ele olhou para mim com aquele sorriso no rosto e pronto! Ainda esperamos alguns minutos para garantir que era isso mesmo, mas não tinha erro. Estava ali o resultado!


Combinamos de não contar enquanto não fizéssemos o exame de sangue, mas não aguentamos. Em alguns minutos meus pais, seus pais e nossos irmãos já sabiam! E foi só alegria! À tarde, em mais uma crise de ansiedade, quis fazer outro teste, só para ter certeza. Fiz, e adivinha? É claro... o mesmo resultado. No dia seguinte fizemos o exame de sangue só para confirmar e estava lá. Liguei para minha médica e ela confirmou meu resultado. Mas descobri o que nunca tinha me atentado: ela não é obstetra. Nem ela, nem minha médica da Barra. Primeira missão: conseguir um obstetra.

ps. Minha prima, que está terminando a faculdade de Farmácia, me disse uma vez que não existe falso-positivo. Se o exame encontra o hormônio ali, é porque ele está ali. O falso negativo pode existir, porque o hormônio pode não ser identificado ainda na urina.

ps. Descobrimos a gravidez no domingo, dia 17 de abril, com exatas cinco semanas de gravidez! Mas publiquei este post só agora porque estava tentando encontrar um nome para o blog!

2 comentários:

  1. Julia, adorei isso 'post.' Me fez chorar um poucinho! Tanto felicidade...Estou MUITO feliz para voces e gostaria muito estar la com vc! Quero conhecer isso baby agora!!!! rsrs um beijao.

    ResponderExcluir
  2. Katia, que lindo!!! Foi emocionante mesmo! Não conseguia me conter de emoção, estava com o coração a mil, doida para contar para todo mundo!!! rsrs :) Se Deus quiser e tudo der certo, estaremos aí em setembro e você conhecerá o baby na barriga! :) Beijosss

    ResponderExcluir